Curetagem: Como é feita? Quando é indicada? Quando tempo de repouso? Respondemos suas dúvidas!

O nome assusta muitas mulheres e o que é o procedimento também. Quando ouvimos a palavra “curetagem” sabemos que se trata de algo invasivo e que pode ser desconfortável.

Não só pelo ato médico em si, mas também pelo motivo em que ele deve ser feito na maioria dos casos.

Não sabe o que é? Aqui vamos te contar sobre a curetagem, quando é indicada, como é feito o procedimento e como é a recuperação!

O que é e quando ela é indicada?

De forma resumida, a curetagem se trata de uma raspagem da parte interna do útero. Sua principal indicação é para retirar restos que podem ficar dentro do útero da mulher após um aborto.

Pode ser feito em abortamento incompleto e retenção placentária. Em outros casos, pode ser indicado para investigar e tratar sangramento anormal do útero ou diagnosticar hipertrofia endometrial e câncer de endométrio.

Como é feita a curetagem?

mulher fazendo curetagem

O procedimento é feito por um médico especialista, que no caso é um ginecologista. A curetagem é realizada com anestesia para que a mulher não sinta dores ou desconfortos durante o ato.

O doutor irá introduzir o espéculo para visualizar o colo uterino para ver se o mesmo está aberto. É necessário que ele não esteja fechado para a realização deste procedimento.

A partir disso, a raspagem do útero (curetagem) é feita. Toda a cavidade do útero é raspada de forma cuidadosa com a cureta (instrumento cirúrgico semelhante a uma colher), guardada e enviada para análise.

Caso o colo do útero estiver fechado, será necessário que seja feito alguns procedimentos para que ele dilate.

Geralmente é feito com velas de diâmetro, que ajudam a dar uma abertura suficiente para a entrada da cureta.

Você sabe quais são as causas e sintomas da eclâmpsia? Clique aqui e confira o artigo completo do assunto!

Como é a anestesia nesse caso?

Pode ser feito dois tipos de anestesia no procedimento de curetagem: a anestesia geral ou raquianestesia. O tipo escolhido irá depender do tamanho do útero e do caso específico da paciente.

Quanto tempo de repouso após a curetagem?

Tudo vai depender de cada caso. Mas é importante que em todas as situações haja um repouso. O tempo é que vai variar conforme a complicação ou não da situação.

Em casos de aborto com a gestação bem no início e sem sinais de infecção, geralmente a paciente tem alta no mesmo dia após 6 horas da curetagem feita.

A recuperação costuma ser rápida e sem desconforto nessas situações. Se a mulher estiver se sentindo bem, 24 horas de descanso pode ser o bastante para voltar às suas atividades rotineiras.

Mas em geral, é preciso uns 3 dias de repouso.

Já em casos mais complicados, em que é feito em gestações mais avançadas e com a presença de infecção, a recuperação pode ser um pouco mais lenta. O tempo de internação pode ser maior e o tempo de repouso pode chegar até 40 dias, como após o trabalho de parto.

Tudo vai depender de cada caso e deve ser avaliado e recomendado pelo médico.

Quanto tempo depois pode ter relação?

mulher preocupada em fazer a curetagem e quanto tempo terá que ficar sem relações

O mais recomendado pelos especialistas, é que a mulher espere pelo menos 2 semanas até voltar a ter relações sexuais. Mas o tempo também vai depender de cada caso, podendo ser mais ou menos conforme o motivo da curetagem uterina.

Sangramento após esse procedimento é normal?

Sim! Um sangramento após a curetagem pode ser normal. Isso se durar apenas alguns dias e for de forma leve. Em casos que existe um sangramento intenso, é preciso procurar um médico pois não é considerado normal.

Por isso o mais indicado é observar a quantidade do sangue, a espessura, cheiro, se tem coágulos ou não e se está diminuindo com o passar do tempo.

Caso seja abundante, tiver coágulos, cheiro ruim, não diminuir com os dias e ainda tiver acompanhado de cólicas fortes e febre, é necessário procurar um médico imediatamente.

Pois pode ter ocorrido algum problema na hora da curetagem.


Dica: Leia também mais conteúdo no texto sobre  ovário policístico!


Pode deixar sequelas?

mulher que vai fazer curetagem

Raramente a curetagem deixa sequelas nas mulheres, mas é possível que haja complicações que sejam desconfortáveis e arriscadas. Alguns dos riscos que podem ocorrer são:

  • Perfuração uterina: que pode causar sangramento na cavidade abdominal, lesionar outros órgãos, causar infertilidade ou dificuldades para a mulher engravidar novamente.
  • Aparecimento de pequenas cicatrizes no útero: que aumenta as chances de ter problemas com a placenta em uma futura gestação.
  • Maior risco de aborto: caso seja feita várias curetagens, há maior risco de ocorrer novos abortos em gestações futuras.

E ai gostou do texto? Deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar esse texto!

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *