Puerpério: O que acontece com o corpo nessa fase? Quais são as maiores dificuldades e complicações? Confira!

Todas as mulheres que engravidam e têm os bebês passam pelo momento do puerpério. É muito importante saber como viver essa etapa da vida que ocorre logo após o parto.

Apesar de ser algo comum a todas, algumas mulheres sequer sabem o que é o puerpério, o que ocorre no corpo dela durante esse período e outras dúvidas básicas sobre o assunto.

Por isso, este texto vai dar todas as respostas que você precisa a respeito do puerpério. Confira nos próximos tópicos!

O que é o puerpério?

O puerpério é um período de recuperação da mulher após o parto. Também é conhecido como resguardo ou quarentena. O último termo é pelo fato desse tempo durar entre 42 dias e oito semanas, a depender do tipo de parto que a mulher teve.

No parto normal, natural ou humanizado, o período do puerpério é mais rápido. Já na cesariana, ele pode durar até dois meses, por conta do processo de cicatrização da mãe.

Durante o tempo do puerpério, a mulher passa por transformações no corpo. Os órgãos voltam para o lugar, o útero volta ao tamanho normal e os seios atingem o seu tamanho máximo para poder oferecer o leite materno para a criança que acabou de nascer.

O que acontece com o útero e os seios nessa fase?

puerpério

O útero, quando a mulher está grávida, funciona como um balão. A cada vez que a criança cresce, ele também cresce. Isso faz com que o útero esmague outros órgãos, como a bacia, o intestino,  bexiga.

Quando a mulher tem o bebê, o corpo dela precisa desse período do puerpério para que o útero volte ao seu tamanho normal e os demais órgãos voltem para o lugar de origem deles. É assim que o corpo da mamãe volta ao normal, como era antes dela ter ficado grávida.

No caso dos seios é diferente. Durante toda a gestão eles crescem para gerar leite e amamentar o filho. No puerpério eles atingem o tamanho máximo e não voltam mais ao que eram antes da gestação. Isso mesmo, os seus seios vão ter para sempre o mesmo tamanho que eles têm durante o período da amamentação. A não ser que você faça alguma cirurgia de diminuição ou aumento deles.

+ Maternidade: O que fazer com bebê chorando? Escrevemos um artigo completo sobre isso!

Quanto tempo dura?

Em mulheres de parto normal, o tempo do puerpério é mais rápido. Em 24 horas, ela já consegue ter uma vida, parcialmente, normal. Porém, para completar o tempo de resguardo é cerca de 40 dias.

No caso de mulheres que fizeram cesariana o tempo de puerpério coincide com a recuperação mesmo dela para conseguir ter uma vida normal. São dois meses, normalmente, ou oito semanas.

Quais são os tipos de puerpério?

puerpério

O puerpério é dividido em quatro fases: imediato, mediato, tardio e remoto. O imediato é muito comum nas mulheres de parto normal, que é o início da normalidade no corpo da mulher, apenas duas horas após o parto.

Com 24 horas até 10 dias ocorre o puerpério mediato, em que as mulheres de parto normal conseguem viver como antes da gravidez, fazer todas as atividades, sem problema algum, sem sentir dores, nem nada.

Durante esse período, as mulheres de parto cesariana também passam por modificações no corpo que melhoram a qualidade de vida delas.

Do 11° ao 42° dia ocorre o puerpério tardio, que é quando o corpo da mulher que teve parto normal volta, completamente, às suas funções normais.

Por fim, o puerpério remoto, que pode demorar até dois meses, muito mais comum em mulheres que passam pela cirurgia de cesariana.

Como deve ser a alimentação nessa fase?

A mais saudável e equilibrada possível. Não apenas para perder o peso que ganhou durante a gravidez, mas também para alimentar bem o bebê e para agilizar o fim do puerpério.

Por isso, a alimentação é muito importante. Assim como a prática de exercícios físicos bem leves, como uma caminhada diária de 10, 15 minutos, por exemplo, com o bebê em uma hora que o sol não esteja forte.

O período da amamentação que coincide com boa parte do puerpério é a época que a mulher perde mais peso após o parto. Por isso, aproveitar esse tempo para chegar ao peso de antes é essencial para quem deseja isso.

Quais são as dificuldades e complicações do puerpério?

dificuldades do puerpério

São várias, desde dor intensa na região do útero, até sangramentos. Por conta da volta do útero ao lugar, ao tamanho real, ele pode gerar alguns sangramentos e também secreções.

Algumas mulheres confundem com menstruação, mas não é. Após o parto, a mulher só menstrua cerca de 7 semanas depois. E em boa parte dos casos, a menstruação nem vem por conta da amamentação. O corpo libera substâncias que impedem que a menstruação ocorra durante esse período.

Há também dificuldades emocionais. Muitas mulheres pela chamada depressão pós-parto, além de sentir esgotamento físico e mental, vontade de dormir a todo momento ou insônia excessiva, falta de libido, querer chorar sempre e outras situações complicadas.

É muito comum. Pesquisas apontam que 90% das mulheres passam por algum sentimento ruim durante o período do puerpério.

Caso ainda tenha restado alguma dúvida sobre o período do puerpério, deixe o seu comentário aqui embaixo!

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *