Parto cesárea: Quando é indicado? Quais são os riscos? Como é a recuperação? Respondemos suas dúvidas!

Você sabia que segundo a Organização Mundial da Saúde, o parto cesárea é indicado em 10 a 15% dos casos? Em contrapartida, dados do Ministério da Saúde mostram que 40% dos partos feitos pela rede pública são cesarianas. O número ainda dobra na rede particular, sendo 85%.

Mas por que isso acontece? Falta de informação e medo da dor são os maiores causadores das escolhas por cesárea pelas mães.

Mas é muito importante saber que ele só é realmente indicado quando há algum risco para a mãe e o bebê no parto normal. Em caso contrário, é uma opção que pode ser escolhida, mas estando ciente de todos os contras.

O parto cesárea é uma cirurgia de grande porte, em que é feito um corte no abdômen e outro no útero.

Através dele, o bebê é puxado para fora da barriga da mãe e trazido ao mundo. Sendo denominado como uma intervenção desnecessária se a mulher e o filho estiverem saudáveis.

Quando é indicado o parto cesárea?

parto cesárea

Mas se o parto cesárea não é indicado para qualquer gestante, quando deve ser feito? Ele é recomendado quando o médico acredita que o parto normal pode oferecer mais riscos que benefícios para mamãe e bebê. Os casos de indicação absoluta de cesariana são:

  • Placenta prévia;
  • Placenta acreta;
  • Feto pélvico;
  • Mães infectadas pelo vírus HIV;
  • Mães infectadas pelo vírus da herpes simples.

Você sabe como funciona o parto humanizado? Clique aqui e veja o artigo completo que fizemos sobre o assunto!


Vou ter contração nesse parto?

Pode ser que sim e pode ser que não. Se você tiver uma cesárea após entrar em trabalho de parto, você terá as contrações normais.

Caso você faça uma cesárea agendada, provavelmente não terá entrado em trabalho de parto e não sentirá as contrações.

É importante destacar que mesmo sendo um parto de cesárea, o mais indicado é que a mulher possa esperar entrar em trabalho de parto.

Isso porque isso mostra que o bebê está pronto para nascer.

Nos casos de uma cesariana agendada, corre o risco do bebê ainda não estar pronto para vir ao mundo e com isso apresentar problemas de saúde.

Como me preparar para o parto cesariana?

bebê nascendo pelo parto cesariana

Há algumas indicações em casos que a cesárea é agendada previamente.

Já que em casos de emergência não há tempo para a preparação. Para isso, é necessário:

  • Jejum de 8 horas de comida;
  • Só beber água até 4 horas antes da cirurgia;
  • Retirar esmaltes das unhas;
  • Fazer refeições sem alimentos fermentativos.

O parto cesárea dura quanto tempo?

O parto cesárea costuma ser rápido e ter a duração de 30 minutos a uma hora.

Quais são os riscos desse tipo de parto?

médico realizando o parto cesárea

Dentre os principais riscos apresentados no parto cesárea para a mãe, estão:

  • Problemas decorrentes da anestesia;
  • Atonia uterina;
  • Hemorragias;
  • Embolia pulmonar ou embolia amniótica;
  • Infecções;
  • Trombose;
  • Aderências de alças intestinais e bexiga no útero;
  • Má-cicatrização e queloides;
  • Rompimento uterino em próxima gestação;
  • Placenta prévia na próxima gestação;
  • Placenta acreta na próxima gestação.

Já para o bebê:

  • Nascimento prematuro;
  • Desconforto respiratório.

O parto cesáriana dói?

O parto em si não dói, mas oferece alguns desconfortos. Dentre eles a mulher pode sentir movimentos e pressões devido à anestesia.

Geralmente o desconforto é maior na hora da higienização da cavidade abdominal, mas é bem breve.

A dor costuma aparecer mesmo posteriormente, já que se trata da recuperação de uma cirurgia na qual seu corpo foi aberto e fechado.

Por isso, é recomendado uma medicação analgésica forte para ajudar no pós-parto.

Dica: Veja o que você não pode esquecer de levar para maternidade no grande dia!

Como é a recuperação da cesariana?

bebê nascendo por cesárea

Costuma ser difícil, mas pode variar muito de mulher para mulher. Cada corpo funciona de uma forma.

Mas é importante saber que você terá feito uma cirurgia de grande porte, então não há como ser uma recuperação tão simples como o parto normal.

Logo após o parto é preciso ficar de 2 a 4 horas na sala de recuperação pós anestésica para se recuperar da anestesia.

Depois leva de 8 a 12 horas para a sonda da bexiga ser retirada e a mulher poder se levantar pela primeira vez. A internação costuma ser de 2 a 4 dias após o parto.

Já em casa, a mulher pode enfrentar dores, desconfortos e limitações em atividades que antes eram rotineiras.

É indicado repouso em torno de 30 dias sem fazer grandes esforços físicos para que a cicatrização seja mais rápida.

Para auxiliar, uma cinta pós-parto é indicada, auxiliando nos movimentos e evitando o acúmulo de líquido na região da cicatriz.

O inchaço é natural, para melhorar é indicado a ingestão de 2 a 3 litros de água, caminhadas leves e alimentação rica em proteína.

Geralmente o organismo leva até 6 meses para se recuperar por completo, mas após 1 mês é possível começar a voltar a rotina.

Como é o parto cesárea com laqueadura?

Muitas mulheres aproveitam o parto para fazer um procedimento de laqueadura, ou seja, a ligação das trompas que impedem a mulher de ter mais filhos.

É possível sim. No entanto, o governo impõem  uma série de restrições para impedir que abusos aconteçam. Atualmente existe uma pressão para que essas regras e restrições sejam flexibilizadas.

É importante, antes de decidir, pesquisar outros métodos e opções.

Qual valor de um parto cesárea?

médicos fazendo parto cesáreo

Na rede pública, o parto é completamente gratuito. Já em redes privadas, o parto cesárea pode custar em torno de R$7 mil reais.

A barriga depois desse parto volta ao normal?

Durante a gestação a mulher normalmente sofre muito com um alavanche hormonal.  Porém, geralmente após 6 meses o corpo restabelece.

Não é preciso se desesperar, é normal a barriga ficar uma pouco inchada e flácida durante um tempo, isso por conta da grande retenção de líquidos por todas as mudanças hormonais.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *