Papinha de bebê: 3 meses, 6 meses, 9 meses, receita, até quando dar? Veja como alimentar seu bebê!

Após meses tendo o leite apenas como alimentação, chega o temido momento da introdução alimentar. Muitas mães e pais se sentem inseguros nesse momento, afinal, o que dar? Como dar? O que é certo? O que é errado? A papinha de bebê pode ser mais simples do que se imagina.

O importante é começar a inserir na alimentação do seu filho aos poucos e em pequenas quantidades. Variar os alimentos é de extrema importância para que ele conheça vários sabores e receba diferentes nutrientes.

Pode ser um momento de encarar muito choro e cara feia, mas não gostar não quer dizer que ele tem alergia àquela papinha, ok? O novo assusta, então é importante insistir e tentar novas formas de apresentar aquele alimento para seu filho.

Abaixo vamos mostrar dicas de papinhas para cada fase de vida de seu bebê e muito mais  informações. Confira!

Papinha de bebê de 3 meses

Muitos pais se perguntam qual papinha de bebê dar aos 3 meses de idade. Na verdade, seguindo a Sociedade Brasileira de Pediatria, nenhuma! O mais indicado e saudável é manter amamentação exclusiva até os 6 meses. Isso vale para quem usa as fórmulas infantis.

Então a partir do 6º mês a papinha pode começar a ser inserida, sem deixar o leite de lado. O ideal é manter os dois para que o bebê cresça com saúde.

Papinha para o bebê de 6 meses

É com 6 meses de vida que seu filho começa a ter a necessidade nutritiva da papinha de bebê. Isso porque o leite materno ou fórmula começam a ser insuficientes para suprir os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável. Nesse momento, você deve primeiramente verificar com seu médico como deverá inserir a primeira papinha.

As recomendações iniciais é de começar pela papinha doce, antes de ir para a salgada. Essas papinhas são feitas com frutas, que são amassadas e dadas ao bebê. Geralmente as frutas mais ácidas podem causar mais rejeição por parte do seu filho, por isso opte por começar com as mais doces, como: banana, maçã, pera e mamão.

Uma ótima ideia para começar é a papinha doce de banana. É só amassar bem a fruta com garfo até que fique uma consistência cremosa. Evite bananas verdes ou banana maçã, porque podem prender o intestino. Opte por mais maduras, uma boa escolha é a nanica.

Depois é a hora de chegar na papinha salgada. No começo, o indicado é que você apresente um alimento de cada vez, sendo os legumes os primeiros da lista. Após um tempo, pode misturar dois ou mais para criar novos sabores. Neste começo não é recomendado a adição de carnes ou grãos.

Uma boa receita é a papinha de bebê com abobrinha e batata, que são legumes com muita água e fáceis de digerir. Pegue 1 batata inglesa pequena e meia abobrinha, lave-as bem, corte em pequenos cubos e leve para cozinhar em fogo médio junto com água.

Após bem cozidos, escorra e amasse os legumes com o garfo até que fique como um purê.


Dica: Leia também sugestões de modelos de cadeirinha de alimentação!


Papinha para 9 meses

papinha de bebê de 9 meses

Conforme a evolução da idade do bebê, as papinhas também devem evoluir. Perto de completar 1 ano, a ideia é já começar a inserir alimentos em pedaços pequenos. É o momento de começar a transição do líquido para o sólido, desenvolvendo a mastigação da criança. Mas lembre-se de ser um passo de cada vez: vá aumentando os pedaços conforme você observar que o seu filho está conseguindo mastigar.

Uma dica importante é ainda evitar muito sal e açúcar nas papinhas, deixando que os bebês experimentem os sabores originais dos alimentos.

Confira uma receita de papinha de bebê boa para dar a partir dos 9 meses:

Papinha de legumes, feijão e carne

papinha de bebê receita

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de carne de boi moída
  • 1 colher (sopa) de feijão (grão e caldo)
  • 2 colheres (chá) de azeite
  • 1 colher (chá) de cebola
  • ½ pedaço de alho
  • 1 fatia grande de abóbora/moranga
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 ½ copo de água

Modo de fazer

  • Refogue a cebola, o alho e carne moída.
  • Depois adicione a abóbora, o sal e água. Deixe cozinhar até que todos ingredientes estejam bem cozidos e macios.
  • No final, acrescente o azeite.
  • Sirva em um prato e acrescente o feijão cozido.

Sabe identificar refluxo em bebê? Clique aqui e veja o que fazer nesse caso!


Papinha industrializada faz mal?

Não exatamente, mas com toda certeza a papinha de bebê fresca e feita em casa tem mais benefícios para seu filho. Isso porque alimentos in natura possuem mais vitaminas e minerais que são melhores aproveitadas pelo organismo.

Mas usá-las às vezes não será prejudicial ao seu bebê, pois também terá nutrientes importantes para sua alimentação. O ideal é verificar as embalagens antes e procurar por aquelas que não tenham: corantes, conservantes, acréscimo de açúcar e gordura trans. Opte por marcas que possuem a menor quantidade de sódio possível.

A dica é deixar para usar a papinha industrializada só quando tiver sem tempo ou durante passeios e viagens longas.

Até quando dar?

A verdade é que não existe uma idade certa ou errada até quando dar a papinha de bebê. Isso porque o desenvolvimento de cada criança é único e isso irá depender de como está a mastigação. Por isso irá depender da evolução do seu filho.

A ideia é seguir a ordem: amassadinho, picado bem pequeno, pedaços um pouco maiores e chegar às refeição iguais o restante da família. Geralmente, com pouco mais de 1 ano as crianças já conseguem se alimentar de comidas normais. Mas pode variar, para mais ou menos, dependendo de cada uma.

O que achou das nossas dicas sobre papinha de bebê? Deixe seu comentário pra gente!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *