Como orientar os filhos no primeiro namoro: Dicas para os pais lidarem com esse momento!

orientando filhos na vida amorosa

Se você é mãe de um menino ou menina que está passando pela fase da puberdade, pode ser que esteja vivendo aquela fase em que eles já começam a manifestar interesse em algum colega da escola ou do condomínio. Os primeiros sinais aparecem quando o adolescente começa a se preocupar mais com a aparência e começa a sentir o desejo de se arrumar antes de ir para a aula ou sair de casa ou quando ele ou ela passam muito tempo conversando com alguém no celular. Mas o que os pais podem fazer para orientar os filhos neste momento tão delicado? Veja a seguir algumas dicas!

Deixe o diálogo sempre aberto

orientando os filhos na vida amorosa

A pior coisa que os pais podem fazer em relação aos filhos é impedir que eles falem sobre suas vivências, dúvidas e experiências, e pode ser que você esteja fazendo isso sem perceber. Por isso é importante tomar cuidado com as reações quando seu filho ou filha te conta alguma coisa, porque dependendo de como você reage, você corre o risco de que eles tenham medo de falar com você novamente. Mas atenção! Que fique claro que não estamos falando para você não orientar o seu filho, e em alguns casos ser até um pouco mais enérgica! Você deve sim falar e corrigir, mas de forma que ele entenda que você está educando.

Acompanhe o namoro de perto

Acompanhar o namoro de perto também é importante para que tudo corra bem. Mas que fique claro que acompanhar não significa ler as mensagens do seu filho (a) ou não dar espaço para que ele possa ficar junto da sua namorada (o). A minha dica é que você de fato participe do namoro. É importante conhecer o namorado (a), os pais dele (a), onde ele mora… é importante que você saia com eles, seja para comer uma pizza ou levar e buscar no cinema, por exemplo. Participe da compra de presente de dia dos namorados, Natal ou até mesmo na escolha da aliança de compromisso.

É importante que isso aconteça com naturalidade e forma que o seu filho (a) veja que ele pode contar com você e passe confiança!

Proibir o namoro nem sempre é a melhor solução

orientando filhos na vida amorosa

Os psicólogos orientam que proibir o namoro, na maioria das vezes, não é a melhor alternativa para lidar com isso de maneira saudável. Lembre-se que você não estará proibindo apenas um namoro, já que isso pode acarretar em problemas futuros, causando por exemplo um bloqueio nos sentimentos do seu filho (a).

Este é um momento de aprendizado! Uma boa oportunidade para que os adolescentes aprendam a se relacionar com o outro, se conheçam melhor, aprendam a lidar com seus sentimentos.

Não hesite em falar sobre sexualidade

O início de uma vida amorosa e sexual é uma boa oportunidade para falar sobre isso com os seus filhos! Essas questões vão surgir naturalmente na vida deles e você pode aproveitar esse momento para conversar sobre isso, tirar dúvidas e orientar sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, gravidez e até mesmo outros temas, como por exemplo o machismo nas relações, relacionamentos abusivos, respeito pelo próximo e muito mais.

Esperamos que você tenha gostado do artigo de hoje e caso você tenha mais alguma dica para lidar com esse momento, deixe aqui o seu comentário!

 

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *